Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

cuida-te bem

A chave para resolver muitas situações do dia-a-dia como uma gripe, insónias ou a falta de ânimo pode estar à nossa volta: a Natureza. Com a Natureza podemos cuidar da casa, da saúde, da beleza sem segredos.

cuida-te bem

Como diluímos os Óleos Essenciais?

Cópia de Cópia de Vitamina (Post para Instagram)

 

Os Óleos Essenciais são muito concentrados por isso precisam de ser diluídos antes de serem aplicados na pele.

 

Na última publicação, conseguimos perceber que os Óleos essenciais, apesar de se chamarem óleos, não possuem ácidos gordos na sua composição, por isso não são gorduras, no entanto, são lipossolúveis, isto é, dissolvem-se em gorduras.

22294071_rzevV.png

 

Pois é, não são gorduras, mas são lipossolúveis...

...Se são lipossolúveis, se juntarmos Óleo Essencial em água, vai comportar-se como o azeite em água... Não se misturam, logo, não podem ser diluídos em água.

 

Então, como diluímos os Óleos Essenciais?

 

Apesar dos Óleos Essenciais não serem todos iguais, uns são mais espessos e oleosos (como o Óleo Essencial de Incenso) outros são mais fluidos e aquosos (como o Óleo Essencial de Lavanda), todos têm uma característica em comum: todos são lipossolúveis, apenas se diluem em óleo ou álcool. 

Tendo em conta que os Óleos Essenciais são substâncias voláteis, se usássemos álcool que também é volátil, não iriamos usufruir das suas propriedades porque iria evaporar rapidamente. 

 

manteiga-de-karite-e-oleo-1492182151853_v2_750x421

Assim, a principal forma de diluir os Óleos Essenciais é em bases gordurosas, como os óleos vegetais de primeira pressão a frio, cremes, ou manteigas, preferencialmente biológicos. A qualidade destas bases gordurosas é tão importante como a qualidade dos Óleos Essenciais.

Nunca te esqueças que tanto o Óleo Essencial como a base gordurosa vão ser absorvidos pela pele, entrar na corrente sanguínea que irá transportar para todo o teu corpo, por isso, tem muito cuidado com a qualidade.

 

Estas bases gordurosas têm como função diluir os Óleos Essenciais, que são substâncias muito concentradas, muitas vezes derma cáusticas (causa corrosão ou queimadura química na pele) e, também, têm como função reter a humidade e evitar que os Óleos Essenciais evaporem rapidamente quando expostos ao ar, permitindo assim, que, quando aplicados na pele, sejam absorvidos e distribuídos pelo corpo.

Desta forma, todos os benefícios dos Óleos Essenciais serão aproveitados, assim como os benefícios da base gordurosa, que podem potenciar ou acrescentar benefícios. Como por exemplo o Óleo Vegetal de amêndoas doces (que contem Vitamina A, Vitamina B1, Vitamina B2, Vitamina B6, Vitamina D, Vitamina E e proteínas, ideal para peles secas ou irritadas com eczema, dermatite ou psoríase por ter propriedades cicatrizantes, anti-inflamatórias) é umas excelente base para diluir o Óleo Essencial de Copaíba (que tem propriedades anti-inflamatórias, antibióticas, imuno estimulantes, cicatrizantes, emolientes, calmantes e relaxantes).

 

Alguns Óleos Essenciais podem ser usados puros na pele, mas, para isso é necessário conhecer muito bem os Óleos Essenciais, para que servem, para o que não servem, como podem ser usados corretamente de forma segura. Assim, mesmo que sejam 100% puros e biológicos, antes de aplicares Óleos Essenciais na tua pele, ou na pele dos teus filhos, faz sempre a correta diluição ou procura a orientação de um profissional qualificado.

 

Agora fiquei com mais dúvidas:
Como é feita a diluição dos Óleos Essenciais para que possa usar na pele de forma segura?
Será que a mesma diluição pode ser usada em mim, no meu marido, nos meus filhos, na minha mãe?

Parece-me que estes serão temas a explorar futuramente... 

Até lá, cuida-te bem!

⚠️ Este post tem caráter meramente informativo. Não dispensa a avaliação por um profissional de saúde.